"Vencedora do Prêmio GRAMMY Latino® 2009, indicada ao Prêmio ICMA de 2020, vencedora Prêmio de "Melhor Recital do Ano" pela Associação de Críticos de Arte de São Paulo, o Prêmio William Petschek da Juilliard School e o Primeiro Prêmio International Artists em Nova York, Sonia Rubinsky é uma "pianista profunda e refinada que não deixa nada a desejar. Seu Mozart é articulado, não menos cantado e claro do que o de Perahia ou Uchida. Seu Scarlatti demonstra o imperial controle do timbre. Como seus compatriotas, Guiomar Novaes e Nelson Freire, ela tem essa genialidade de cor que faz dela uma intérprete ideal de Debussy ou Messiaen." 

                                                                                                                                                Libération

Scan%202_edited.jpg

Nascida no Brasil de mãe polonesa e pai lituano, Sonia Rubinsky iniciou seus estudos musicais no Conservatório de Campinas com Olga Rizzardo Normanha.  

 

Apresentou-se em seu primeiro recital aos cinco anos e meio e, aos 12 anos, como solista com orquestra.

 

Para continuar sua educação, Sonia Rubinsky mudou-se para Israel  a fim de estudar na Academia RUBIN em Jerusalém (hoje,  Academia de Música e Dança de Jerusalém).

 

Aos 16 anos, apresenta-se para Arthur Rubinstein no filme "Arthur Rubinstein em Jerusalém" que admirou seu forte temperamento. Encorajada por este professor extraordinário, ela recebeu seu doutorado da Juilliard School em Nova York e se apresentou em salas de concertos de prestígio como o Carnegie Hall (Stern/Perlman Auditorium), o Alice Tully Hall, Bargemusic, Merkin Concert Hall e Miller Theatre em Nova York, Hertz Hall em Berkeley, La Maison de la Radio em Paris, a Sala São Paulo e o Teatro Municipal em São Paulo, Brasil, o Recanati Hall em Israel, o AGA-Zaal na Holanda entre outros.

Sua discografia inclui gravações de Bach, Debussy, Messiaen, Scarlatti, Mozart, Almeida Prado, Jorge Liderman, Gabriela Lena Frank, Villa-Lobos e Mendelssohn. A gravação completa das obras para piano de Villa-Lobos pelo selo NAXOS rendeu à Sonia Rubinsky o Latin GRAMMY® de "Melhor Gravação do Ano" de 2009.

Sua mais recente gravação é dedicada à Almeida Prado com a OFMG, sob direção do Maestro Fábio Mechetti, lançado pelo selo Naxos na série Brazil In Concert.  Este CD foi indicado ao Latin GRAMMY Awards em 2020 e recebeu a prestigiosa nomeação de Melhor Álbum de 2020 do Prêmio ICMA. 

123_Theatro_Sao_Pedro_6005653.jpg

©Isabela Senatore

          Em 2011, Sonia Rubinsky foi nomeada Artista em Residência por Murray Perahia no Edward Aldwell Institute em Jerusalém e no Targ Music Center, onde ministra master classes, ajudando a formar uma futura geração de pianistas.